A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Jorge Lafond


Comediante famoso ao interpretar o personagem Vera Verão no programa A Praça é Nossa, levado ao ar pelo SBT - Sistema Brasileiro de Televisão. O ator também era destaque da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense, no Rio de Janeiro. Em vista do caráter preconceituoso do brasileiro, Jorge Lafond foi um vitorioso. Negro, homossexual, calvo e enorme. Mas fez de seu personagem quase uma mulher, respeitado, porque sempre foi um homem sério, tanto na Globo como no SBT. O escracho, sua única arte, o manteve vivo com dignidade até o fim de seus dias.

A respeito do estilista e apresentador Clodovil Hernandez, Lafond chegou a comentar, em entrevista para a revista Casseta & Planeta, em junho de 1993: "Eu admirei Clodovil até o dia em que fui fazer "Clodovil Abre o Jogo". A entrevista foi ironia atrás de ironia. Depois recebi um bilhete do diretor do programa, junto com flores que não acabavam mais: "Jorge Lafond, infelizmente sua entrevista não pôde ir ao ar por problemas técnicos". Foi a bicha que tentou me arrasar, mas comigo não deu! Foi pau a pau! Ela fez aquela linha de quem não é bicha, mas eu já sou a bicha mesmo e fudeu tudo!"

Em 1999, Lafond o lançou um livro contando toda a sua vida, "Vera Verão – Bofes & Babados". Da infância pobre em Vila da Penha, no Rio de Janeiro, passando pela carreira no balé até o sucesso de seu personagem Vera Verão. No capítulo "Vida Íntima e Romances Secretos", o humorista revelou casos amorosos furtivos que teve com personalidades, entre elas um jogador de futebol da seleção brasileira. Entretanto, o autor acabou frustrando os leitores em busca de fofocas de sua alcova. Se realmente o nome de tal jogador existiu, ficou de for a do livro. Na noite de autógrafos, Lafond garantia aos fãs que faziam fila para comprar o livro que revelava o nome do craque. Como pista ao leitor curioso, ele sugeria um joguinho de letras que não levava a resposta nenhuma. Na realidade, ele brincava com o leitor desatento, pois há um trecho do livro que menciona: "Claro que esse nome vai ser uma coisa muito bem guardada, porque continuando ou teminando esta relação – de repente acabando, esse é um nome que eu pretendo guardar, porque foi e é uma relação que me faz muito bem!".

Lafond também referiu-se a seus inimigos no livro. A apresentadora Angélica seria uma delas: "Angélica não me suporta. Porque, numa época, ela estava namorando um amigo meu. Eu disse para ele: - Ah! Não casa com ela, não. Ela é muito chata!" Lafond salientou que em seu currículo existiam atores, atrizes e cantores que lhe fizeram muito mal. "Estas pessoas que me derrubaram na época foram: a vedete e cantora Watusi, a atriz Aldine Muller, o ator Edson Celulari, as atrizes Betty Faria, Marília Pera, Irene Ravache e Maitê Proença."

Em 10 de novembro de 2002, Lafond foi convidado para participar do quadro "Homens x Mulheres" no programa Domingo Legal, no SBT. Caracterizado de Vera Verão, Lafond integrava o lado feminino da disputa e teria sido retirado do palco supostamente após um pedido do padre Marcelo Rossi, que se apresentaria dali a alguns minutos. Enquanto aguardava arrasado nos bastidores, a produção solicitou insistentemente que o mesmo retornasse, pois o padre já havia saído. Porém, constrangido e amargurado com a situação, ele não voltou. Uma semana depois do incidente, Lafond foi internado em estado grave, com problemas cardíacos. Hipertenso e vindo de problemas cardíacos, Lafond, aos 50 anos, não teria reagido emocionalmente muito bem àquele incidente e passou a desenvolver depressão em novembro de 2002, até que, em 28 de dezembro de 2002, foi vítima de parada cardiorrespiratória e acabou internado no Hospital Sepaco, na Vila Mariana, zona sul da cidade de São Paulo. Sofreu complicações renais e chegou a fazer diálise. Seu fim deu-se com um fulminante infarto e posterior falência múltipla dos órgãos. Jorge Lafond morreu no auge, aos 50 anos, em 11 de janeiro de 2003.

Veja outra foto de Jorge Lafond

BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •