A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z


Artista de Hollywood nascido no Texas, em 20 de junho de 1925, especializado em filmes de faroeste, foi o mais condecorado herói norte-americano na II Guerra Mundial antes de iniciar a carreira artística. Audie resolveu se alistar depois que soube do bombardeio de Parl Harbor pelos japoneses, mas não foi aceito e voltou somente quando completara dezoito anos. Aprendeu rapidamente a ser soldado, tirando a melhor nota no uso de armas durante o treinamento.

Em seguida, foi destacado para a África do Norte. Em 1943, alcançou o posto de cabo e partiu com a terceira divisão na invasão da Sicília. Em 1944, estava em Nápoles quando se iniciou o ataque a Anzio. Em 1945, com a patente de segundo tenente, Audie protegeu a posição de sua tropa praticamente sozinho de cima de um tanque em chamas. Foi ferido três vezes e, durante dois anos, lutou na Itália, Alemanha e França.

Audie recebeu 24 medalhas, entre elas a Medalha do Congresso, a mais importante dos Estados Unidos. Tornou-se tão conhecido do público que James Cagney chamou-o a Hollywood, ganhando um contrato logo em seguida. Filho de um pobre fazendeiro que mal sabia ler e escrever, Audie Leon Murphy precisou trabalhar cedo para ajudar a sustentar os onze irmãos, trabalhando na colheita do algodão. Costumava comentar: sempre que meu velho não conseguia bater nas crianças que tinha, ele arranjava mais uma. Depois que o pai abandonou a família, Audie falsificou um documento e se alistou na Infantaria do Exército Norte-Americano.

Audie era exímio caçador quando jovem. Audie costumava caçar com uma espingarda e ao mesmo tempo que ajudava a alimentar tantas bocas aperfeiçoava sua pontaria. Audie casou-se em 1949, divorciou-se em 1951 e voltou a casar-se no mesmo ano, tendo dois filhos no segundo matrimônio. Passou a morar num rancho e comprou um avião, tornando-se excelente piloto. Mas envolveu-se no jogo e perdia enormes somas de dinheiro. Tinha traumas de guerra e dormia com uma pistola debaixo do travesseiro.

Em 1955, Audie estrelou um filme baseado em sua própria biografia, "Terrível como o Inferno" (To Hell and Back). Em 1951, John Huston teve a ideia de colocar Murphy, um homem de cuja bravura ninguém duvidava, no papel do covarde em sua adaptação do romance de Stephen Crane, "O Emblema Rubro da Coragem", a respeito da guerra civil americana. O resultado foi o clássico "A Glória de um Covarde" (The Red Badge of Courage). Voltaram a trabalhar juntos em "O Passado Não Perdoa" (The Unforgiven), de 1960, também estrelado por Burt Lancaster e Audrey Hepburn. Seu último filme, "A Time for Dying", de 1971, não chegou a ser lançado nos EUA. Audie atuou em cerca de 40 filmes de orçamento modesto.

No ano de 1955 Audie Murphy foi considerado o maior cowboy de Hollywood, numa década em que somente Randolph Scott (27 westerns) cavalgou mais que Audie Murphy (20 westerns). Audie ganhou dinheiro como ator e também como produtor de alguns de seus filmes, mas percebia que o público de faroestes preferia cada vez assistir às séries westerns de TV em casa que ir ao cinema. Em 1959 a televisão norte-americana produzia o incrível número de 48 séries semanais do gênero faroeste. E foi exatamente em 1959 que a NBC convidou Audie Murphy para estrelar a série "Whispering Smith" acreditando que Audie, um legítimo vencedor, venceria também na televisão.

Foram produzidos então outros 19 episódios, totalizando 26, o suficiente para a primeira temporada. A NBC promoveu a estreia da série "Whispering Smith" na noite de 8 de maio de 1961, com o episódio "The Blind Gun" (O Revólver Cego). Nos dias seguintes teve início uma polêmica quanto à violência do episódio, discussão que acabou no Senado Norte-Americano, no Comitê de Delinquência Juvenil. A Comissão deu um parecer afirmando que aquela série era péssima não só para os jovens mas também para os adultos. A NBC mudou a série de dia e horário por duas vezes até que após a exibição do 16.º episódio retirou a série do ar, cancelando-a.

Audie Murphy se tornou um bem sucedido criador de cavalos de raça e também empresário proprietário de inúmeros ranchos no Texas, afastando-se do cinema para ter mais tempo para se dedicar aos seus negócios e aumentar sua fortuna pessoal. Como empresário Audie ganhava tempo se locomovendo com seu avião particular e numa dessas viagens, durante uma forte tempestade, o aparelho em que viajava se chocou com uma montanha em Galax, no Estado da Virginia, ocorrendo a morte de Audie Murphy. Vítima de acidente aéreo, Audie foi enterrado no cemitério de Arlington e recebeu honras de herói nacional. Faleceu aos 47 anos, em 31 de maio de 1971.

Filmografia
1948: Viver Sonhando (Texas, Brooklyn & Heaven)
1948: Código de Honra (Beyond Glory)
1949: Caminho da Perdição (Bad Boy)
1950: Serras Sangrentas (Sierra) .....Mais informações
1950: Cavaleiros da Bandeira Negra (Kansas Raiders)
1950: Duelo Sangrento (The Kid from Texas)
1951: A Glória de um Covarde (The Red Badge of Courage)
1952: À Sombra do Mal/Onde Impera a Traição (The Duel at Silver Creek) .....Mais informações
1952: O Último Duelo (The Cimarron Kid)
1953: A Morte Tem Seu Preço (Gunsmoke)
1953: A Ronda da Vingança (Tumbleweed)
1953: Jornada Sangrenta (Column South)
1954: Tambores da Morte (Drums Across the River)
1954: Traição Cruel (Ride Clear of Diabolo)
1954: Antro de Perdição (Destry)
1955: Terrível como o Inferno (To Hell and Back)
1956: Honra de Selvagens (Walk the Proud Land) .....Mais informações
1956: Um Mundo Entre Cordas (World in My Corner)
1957: Um Americano Tranquilo (The Quiet American)
1957: O Renegado do Forte Petticoat (Guns for Fort Petticoat)
1957: Passagem da Noite (Night Passage)
1957: A Rosa do Oriente (Joe Butterfly)
1958: Na Rota dos Proscritos (Ride a Crooked Trail)
1958: Contrabando de Armas (The Gun Runners)
1958: Um Americano Tranquilo (The Quiet American)
1959: Antro de Desalmados (The Wild and the Innocent)
1959: Balas que não Erram (No Name on the Bullet)
1959: Um Homem Contra o Destino (Cast a Long Shadow)
1960: Com o Dedo no Gatilho (Hell Bent for Leather)
1960: O Passado Não Perdoa (The Unforgiven) .....Mais informações
1960: Matar por Dever (Seven Ways from Sundown)
1961: Quadrilha do Inferno (Posse from Hell)
1961: Sangue na Praia (Battle at Bloody Beach)
1962: Gatilhos em Duelo (Six Black Horses)
1963: Abatendo um a um (Showdown)
1963: Fúria de Brutos (Gunfight at Comanche Creek)
1964: Pistoleiro Relâmpago (The Quick Gun)
1964: Batalha em Riacho Comanche (Gunfight at Comanche Creek)
1964: Balas para um Bandido (Bullet for a Badman)
1964: Rifles Apaches (Apache Rifles)
1965: Bandoleiros do Arizona (Arizona Raiders)
1966: O Bandoleiro Temerário (The Texican)
1966: Matar ou Cair (Gunpoint)
1966: Missão Secreta no Cairo (Einer spielt falsch)
1967: Os Rifles da Desforra (Forty Guns to Apache Pass)
1969: Gatilhos da Violência (A Time for Dying)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
Audie Murphy
  Se você gostou, compartilhe esta página no Facebook
• fechar janela •