Shirley Jane Temple, ou simplesmente Shirley Temple, nasceu em Santa Monica, Califórnia, no dia 23 de abril de 1928. Ninguém passava por uma vitrina sem ver uma boneca Shirley Temple. Ninguém comprava uma revista sem ver o rosto risonho da estrela infantil. Vestidos a Shirley Temple surgiam em todas as lojas de roupas para crianças. Mas ninguém em Hollywood adquiria a fama sem a ameaça dos mexericos, da inveja e da calúnia, nem mesmo uma criança. Falou-se que a jovem atriz era anã, órfã adotada pelo casal Temple com o único propósito de ser explorada, que estava tão crescida que o estúdio tinha que colocar nos cenários móveis especiais, que só trabalhava com atores altos para ter a vantagem da comparação, que tornara-se tão obesa que o estúdio exigia uma dieta rigorosa, ou era seu fim. Nessa época, Shirley nem sequer havia chegado à fase da adolescência. A adorável garotinha dos olhos azuis era escoltada em todos os lugares por um agente federal que o governo mantinha para sua proteção.

Shirley começou a ter aula de dança com três anos de idade e foi contratada para participar de uma série de curtas chamadas "Baby Burlesks", que parodiavam estrelas e astros adultos, mais notadamente Marlene Dietrich. No mesmo ano, atuou numa sucessão de curta metragens e filmes, incluindo "Little Miss Marker", "Change of Heart", "Now I'll Tell", "Now and Forever" e "Bright Eyes" (no qual cantou seu mais popular sucesso, a canção "On The Good Ship Lollipop"). Ganhadora de um Oscar especial aos seis anos de idade, Temple foi a salvadora da Fox e do público na época da Grande Depressão. Inclusive o presidente norte-americano Franklin D. Roosevelt sucumbiu a seus encantos e lhe agradeceu por "ter feito a América atravessar a Grande Depressão com um sorriso". No livro "Memórias da Emília" escrito em 1936 pelo escritor brasileiro Monteiro Lobato, a boneca Emília inventa em seu livro de memórias uma viagem à Hollywood, onde ela e o Visconde de Sabugosa se encontram com Shirley Temple, e juntos com a pequena atriz, brincam de encenar um filme sobre Dom Quixote de la Mancha.

Shirley Temple foi a mais jovem atriz a ganhar um Oscar: aos 6 anos de idade. Foi uma verdadeira campeã de bilheteria (salvando a Fox) e encantando a todos com seu incansável otimismo. Nunca uma estrela infantil fez tanto sucesso. os três anos ela já sapateava e começou a carreira numa paródia a estrelas e astros adultos. Aos 6 anos, contratada pela Fox, cantou “Baby take a Box” em "Alegria de Viver" (1934). Em "Dada em Penhor", no mesmo ano, solidificou sua carreira.

Shirley foi campeã de bilheteria de 1935 a 1938 com seu eterno otimismo e seu sorriso vencedor. Depois de adulta porém, não teve o mesmo sucesso como atriz, e aposentou-se do cinema em 1949, e em 1967, se candidatou ao cargo de representante do estado da Califórnia no congresso norte-americano, mas não obteve êxito. Nos anos de 1969 e 1970, foi delegada junto às Organizações Nações Unidas (ONU). Também foi embaixadora americana em Ghana (1974-1976), foi chefe de protocolo para o presidente Gerald R. Ford (1976-1977) e membro da delegação americana que tratava dos problemas dos refugiados africanos (1981). De 1989 até 1992, Shirley Temple serviu como embaixadora na Tchecoslováquia. Ela produziu duas obras autobiográficas sobre sua infância "My Young Life" (1945) e "Child Star" (1988).

22/04/2008 - Atriz Shirley Temple cancela festejos de 80 anos por braço quebrado
Shirley Temple não só foi a maior estrela mirim da década de 1930 como também é considerada a mais famosa de todos os tempos. Seus filmes continuam bem populares até os dias de hoje, particularmente entre as meninas. Shirley Temple Black, uma das mais populares estrelas-mirins da história de Hollywood, completa 80 anos, porém, seus planos de festejar a data foram alterados por um recente acidente. "Eu quebrei meu braço na semana passada em minha casa, está doendo um pouco", afirmou a atriz. Com sua personalidade otimista e efervescente, a atriz ajudou uma série de filmes a faturar milhões, principalmente na década de 30, durante a Grande Depressão nos Estados Unidos.

Entre seus filmes mais destacados estão "Little Miss Marker", "Stand Up and Cheer", "The Littlest Rebel", "Rebecca of Sunnybrook Farm" e "The Little Colonel." Em 1967, ela concorreu ao senado norte-americano, mas não obteve sucesso. Então, Temple se tornou diplomata, servindo como embaixatriz em países como Tchecoslováquia (hoje República Tcheca) e Gana. Em 2001, a atriz serviu como consultora na produção da rede ABC de televisão, "Child Star: The Shirley Temple Story", baseada na primeira parte de sua auto-biografia.

Nos últimos anos, a atriz vive na tranquila região de Woodside, no Estado norte-americano da Califórnia. "Vou passar meu aniversário quieta e em casa", afirmou Temple, acrescentando que seu braço quebrado limitou sua habilidade de receber convidados. "As pessoas deveriam acender as luzes quando estiverem andando no escuro", brincou ainda a atriz. A Fox Home Entertainment, divisão de vídeo dos estúdios 20th Century Fox, celebrará o aniversário de Temple lançando o sexto e último volume de uma retrospectiva dos filmes da atriz em DVD.

23/04/2013 - Shirley Temple faz 85 anos
A maior estrela mirim de Hollywood, de todos os tempos, fez 85 anos. Shirley Temple é a dona dos cachinhos que inspiraram a figura da estrelinha Maísa, do SBT/Alterosa. Atualmente, a menina Maísa interpreta Valéria de "Carrossel". A apresentadora mirim Maísa Silva do SBT, teve seu visual inspirado no de Shirley Temple; ao ir para o SBT no final de 2007, ela passou a apresentar desenhos animados dentro do "Sábado Animado" usando vestidos infantis, e penteado curto. Segundo a Revista Veja, a ideia teria sido de Silvio Santos, que teria selecionado fotos de Shirley que, penduradas no camarim, inspiram os figurinistas e cabeleireiros de Maísa; porém, a informação não é totalmente confirmada, já que segundo uma outra matéria da Revista Quem a ideia teria partido não de Silvio, mas de sua filha, Silvia Abravanel, diretora do Sábado Animado. Tanto Maísa quanto Silvio Santos, já mencionaram algumas vezes durante o Programa Silvio Santos, o fato dela se parecer com Shirley quando criança.

Veja outra foto de Shirley Temple


Filmografia
1934: Alegria de Viver (Stand Up and Cheer!)
1934: Capricho Branco (Mandalay)
1934: Olhos Encantados (Bright Eyes)
1934: Agora e Sempre (Now and Forever)
1934: Dada em Penhor (Little Miss Marker)
1935: A Mascote do Regimento (The Little Colonel)
1935: A Pequena Rebelde (The Littlest Rebel)
1935: A Pequena Órfã (Curly Top)
1936: Anjo do Farol (Captain January)
1936: A Princesinha das Ruas (Poor Little Rich Girl)
1936: A Pequena Clandestina (Stowaway)
1937: A Queridinha do Vovô (Wee Willie Winkie)
1937: Heidi (idem)
1938: Sonho de Moça (Rebecca of Sunnybrook Farm)
1938: Miss Broadway (Little Miss Broadway)
1939: A Pequena Princesa (The Little Princess)
1939: Susana (Susannah of the Mounties)
1940: O Pássaro Azul (The Blue Bird)
1942: Miss Annie Rooney (idem)
1944: Ver-te-ei Outra Vez (I'll be Seeing You)
1944: Desde que Você foi Embora (Since You Went Away)
1947: O Solteirão Cobiçado (The Bachelor and the Bobby-soxer)
1948: Sangue de Heróis (Fort Apache)
1949: Têmpera de Vencedora (The Story of Seabiscuit)
1949: O Gênio do Colégio (Mr. Belvedere Goes to College)
1985: Quando Hollywood Dança (That's Dancing!)


A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

WZ

 
 
 
 
        Shirley Temple        
• fechar janela •